quinta-feira, 2 de março de 2017

51ª Corrida – Meia Maratona Internacional de São Paulo

Nossa! Como fazia tempo que não escrevia sobre as minhas corridas... Meu último relato foi da 24ª Corrida (clique aqui para ver), que fiz em Araras-SP no dia 8 de setembro de 2013.

Um pouco menos de quatro anos depois e 26 provas disputadas neste período, volto para contar como foi minha 51ª corrida, a Meia Maratona Internacional de São Paulo.

Minha motivação para me inscrever nessa prova foi a mesma de sempre... Continuar correndo e perder peso. Em 2016 eu voltei a engordar e cheguei a pesar 102 kg novamente... Um baita peso para quem chegou a 86 kg. Nesse sentido, segui a mesma fórmula de antes: coloquei metas e pratiquei como nunca minha disciplina.

Iniciei meus treinos em setembro/16 orientado pelo aplicativo Runkeeper, que possui alguns treinos específicos para todo tipo de corrida (5k, 10k, meia maratona e maratona). Segui a risca os treinos e o resultado pode ser visto no gráfico abaixo. Dessa forma, consegui cumprir com os objetivos e sair de 102 kg para 91 kg, atingindo todos os objetivos propostos.
 
Quilometragem mensal
Agora falando especificamente da corrida, foi extremamente recompensadora! Após tantos anos consegui completar a prova abaixo da minha previsão de 2:30:00, fechando-a em 2:16:29, num ritmo de 6:28 min/km. Na classificação geral do masculino fiquei na posição 2929º de um total de 4364 concluintes, o que me coloca no bolo dos 67,1% mais rápidos (Uau! Kkk). Além disso, na minha faixa etária cheguei na colocação 540º de um total de 768 concluintes, o que mostra que estou um pouquinho pior em desempenho do que o pessoal da minha idade, apenas dentro dos 70,3% mais rápidos.

Com relação à organização, não tenho do que reclamar. Desde a retirada do kit, até o apoio durante a corrida, ocorreu tudo com perfeição. Como foi mudança do horário de verão, a maioria dos corredores sofreu bastante, pois com a largada às 7h00, na realidade todos correram como se fosse as 8h00, chegando no pórtico por voltas das 10h, quando o sol estava judiando! Por outro lado, todos os pontos de água tinham bebida gelada, o que amenizava um pouco o calor. Para mim, que treino em Cuiabá, esta mudança não fez diferença! Kkkk!




Meu próximo desafio vai ser na cidade de Santo Antônio do Leverger-MT, no Desafio Poúro. Esta é uma prova de trilha organizada pela Ultramacho, que tem as modalidades de bicicleta e corrida de trilha. No caso da corrida, serão provas de 10k e meia maratona, sendo os 21k o meu objetivo.

Em breve conto esta história pra vocês.


Um beijo no coração e muitos kms!