terça-feira, 22 de janeiro de 2013

16ª Corrida - V Corrida cel Pedro Dias de Campos


Nunca desde que comecei a correr havia participado de duas provas no mesmo fim de semana. E por um momento de desatenção, acabei confirmando minha participação na V Corrida cel Pedro Dias em Sorocaba no domingo (20/01). Combinei com meu grande amigo Joel de irmos para Sorocaba domingo de madrugada para que pudéssemos pegar o kit na casa de outro amigo que fez a gentileza de retirá-lo pra mim no sábado. Bem que a organização poderia ter disponibilizado a retirada no dia do evento, com certeza contaria com a participação de muitas pessoas de outras cidades.

O kit era composto de camiseta (bem simples, daquelas promocionais), número de peito, barra de cereal Trio e uma garrafa de Powerade. Um kit bem modesto, mas até condizente com o valor da prova, de R$ 35,00. A organização foi impecável do início ao fim. A largada deu-se no horário programado, às 8h, dentro do batalhão da Polícia Militar e a mesma contaria com a participação de muitas pessoas. Entre homens e mulheres, 651 atletas. Dessa vez eu teria um fotógrafo de prontidão, e ele fez a função muito bem. Obrigado Joel! Espero que tenha gostado!

Kit de participação
Chegando
Aquecendo
Saímos do Batalhão e fizemos um retorno pelos fundos para entrarmos na Av. General Carneiro/Av. Dr. Armando Panunzio (a primeira vira a segunda, mas tecnicamente é a mesma avenida), onde seria a prova majoritariamente, num percurso pouco tradicional de 7,7 km. Fomos até perto da Rod. Raposo Tavares e voltamos pelo mesmo caminho. O percurso era bem mais tranquilo que o do dia anterior, e consegui impor um ritmo bacana do início ao fim. Terminei a prova em 39’00” cravados (de novo um número redondo!), com pace de 5’03”. Entre os 514 homens corredores, cheguei na colocação 264ª, e entre os 107 corredores de 16-29 anos, cheguei em 57º.

Percurso
Largada
Durante a corrida
A chegada
O episódio engraçado da corrida aconteceu na chegada. Normalmente faço um ”sprint” final no último quilômetro, e consequentemente consigo passar algumas pessoas. A poucos metros da chegada, vinha com um ritmo forte, e um atleta que estava na minha frente já tinha dado aquela “relaxada” ao ver o pórtico de chegada, meio no reflexo ele me viu chegando, tomou um susto e saiu correndo pra que eu não o passasse, e não passei mesmo... hehehe! Já estava no meu último gás e nem sequer competi. O mais legal, é que o Joel captou esse momento! O atleta em questão é o Thiago Luiz da Silva (512). Não sei se ele vai ver o post sobre a corrida, mas deixo aqui meus parabéns pela bela corrida.

Frutas da chegada
Medalha
A alegria completa foi saborear a famosa “coxinha da Real”, na Padaria Real, ponto gastronômico muito difundido entre os amantes da autêntica coxinha brasileira!

Coxinha da Real