segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

15ª Corrida - Circuito Running Show


- Alô?
- Seu Osmir?
- Oi Paulo, tudo bom? Vamos pra Limeira hoje?
- Opa! Que horas posso passar ai?
- 15h30 tá bom?
- Fechado!

Correr com o Osmir (CORREReBlogar) é sempre muito bom, um aprendizado e tanto. Posso dizer que essa é uma das melhores amizades que já fiz no mundo da corrida de rua. Tanto é que no sábado combinamos de irmos juntos à Limeira para a nossa primeira corrida de 2013. A prova estava marcada para começar às 18h e a entrega do kit era até às 16h30, conforme divulgado no regulamento. Saímos então 15h30 de Piracicaba e chegamos com bastante antecedência no Parque da Cidade, local do evento. Ao chegar já fomos retirar o kit (composto por camiseta, sucos MID, sopas Vono, número de peito, chip descartável e folhetos de propagada, tudo dentro de uma sacolinha) e encontramos algumas feras, como o Preté e o Ari de Piracicaba, e conhecemos o Rogério Tubini de São Pedro. Encontrei alguns esalqueanos, como o Puêra e o Picinão, enfim, muitas caras conhecidas por lá.

Osmir, Ari, Preté e eu
Eu e Rogério Tubini
Marizete (campeã da São Silvestre 2002) e eu
Eu, Picinão e Luiz
Não sou um grande crítico de organização de corrida, porque normalmente vou para me divertir e não me importo muito com isso, mas alguns pontos devem ser levados em consideração pelas pessoas que fazem os eventos. 1) Quando fazemos as inscrições, escolhemos no ato o tamanho da camiseta, e como normalmente é feita com antecedência, isso pelo menos deve ser atendido, mas quando cheguei não tinha tamanho G; 2) Nós nos planejamos conforme os horários divulgados pela organização. A corrida estava marcada para iniciar às 18h, mas ficamos sabendo somente na hora que haveria uma corrida das crianças entre outras coisas que fizeram com que a largada fosse dada somente às 18h40. Não sou contra isso, só acho que deve ser seguido o regulamento, até porque “o que é combinado, não sai caro”. 3) Por último o mais grave de todos. Cheguei ao local do evento às 16h, ou seja, ficaria pelo menos 2 horas esperando o início da corrida, fato agravado mais ainda pelo atraso. Uma das coisas que mais me deixa irritado é sede, e quando fui pedir um copo d’água ao pessoal do staff, eles simplesmente me disseram “não podemos servir antes do início da largada”. Pôxa! Eu fiz a inscrição com quase um mês de antecedência e não foi barato. O mínimo que eu espero é respeito com o corredor. Eu tive que comprar uma garrafa num boteco na esquina. Além disso, em todos os pontos de hidratação, a água estava quente, não havia nem gelo.

Percurso (CORREReBlogar)
Todos sabemos que não é pelo dinheiro que estamos lá, mas não é por isso que iremos aceitar o pouco caso. Pelo que entendi, serão feitas mais três corridas desse circuito, então fica a dica para a organização. Hoje, existe uma infinidade de competições, e caso coincida outra prova no mesmo dia da próxima etapa, inevitavelmente vou escolher a outra.

Kit de participação
Medalha
Depois do desabafo, vou falar brevemente da corrida. E ela pode ser definida como uma das mais difíceis que já participei, o que foi ótimo, porque mostrou que estou cada vez melhor de condicionamento físico. Era um sobe e desce danado, o que deixou a prova muito divertida. Em alguns momentos corremos muito perto dos carros, e isso pode ser perigoso, principalmente àqueles que gostam de escutar música, mas nem isso tirou a diversão. Terminei a prova em 53'00" cravados e fiquei na 132ª colocação de um total de 223 corredores. Enfim, o percurso foi o ponto positivo da corrida, assim como as pessoas que participaram, e tiraram um tempo do dia, pra estar lá, como diria o Osmir “pra se divertir, fazer amigos e ganhar saúde”.

Foi assim que terminou mais uma corrida. Voltei pra Piracicaba pra descansar, porque no dia seguinte já ia acontecer a segunda do ano! Viciado é fogo!!