terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Mais um recomeço

Olá pessoal, tudo certo? Espero que sim.

Bom... Vocês devem ter achado estranho (ou não) o blog ter dado uma parada logo depois que anunciei uma volta triunfante. O problema foi que no dia 12 de novembro, correndo como sempre faço na Esalq, um ferro rasgou meu tênis e perfurou meu pé, mais especificamente entre terceiro e quarto dedo (como se fossem os dedos médio e anelar). Por isso tive que ficar três semanas parado, sem treino algum... O que pra mim foi um sacrifício muito grande. Digo sacrifício não somente pelo fato de não poder correr, mas sim por ter perdido cerca de 3 meses de treino e condicionamento.

Confesso que me desanimei muito com essa lesão, porque foi algo muito inusitado. Não é sempre que um ferro de uma tampa de bueiro quebra e a ponta dele entra no vão dos seus dedos. Torção, estiramento, entre outras coisas são esperadas, mas isso não. Me indaguei diversas vezes o porque, o como... Pensei se tivesse ido pro outro lado, se não tivesse ido correr... muitos “ses”, “porques” e “comos” que não são passíveis de resposta.

Só sei que tentei me cuidar... E essa semana consegui voltar aos treinos. O condicionamento não é o mesmo, mas dá pro gasto. Como ficarei por aqui no final do ano, pus na minha cabeça que tenho que focar nos treinos. Com isso tracei um objetivo: correr a São Silvestre! Antes disso tenho duas provas menores pra correr, a Corrida Solidária Família íbis (Piracicaba) e uma do Circuito Correr e Caminhar TE Connectivity (Bragança Paulista).

É isso pessoal! Mesmo quando as coisas parecem não estar do jeito que queremos, o importante é não baixar a guarda.

Abraços!